Curiosidades

Como morar na Suécia: o que você precisa saber sobre o país

Se morar no exterior está nos seus planos, provavelmente você já pensou em arrumar as malas e ir para Portugal, Canadá, Estados Unidos ou outros países mais conhecidos no Brasil, certo? Mas, se quer planejar sua mudança para um país com uma das melhores qualidades de vida do mundo, saiba como morar na Suécia. Vamos te contar como você pode começar a se organizar para morar no país nórdico.

Saiba como morar na Suécia

Antes de mais nada, para morar em qualquer país legalmente você precisa conhecer como funcionam os vistos. Quem quer se mudar para o país nórdico pode conseguir um visto basicamente de quatro maneiras.

Visto de estudante

Você precisará ser aceite por uma instituição de ensino superior na Suécia para conseguir esse tipo de visto. Mas a má notícia é que os cursos de idiomas não dão direito ao visto de estudante, como acontece em outros países.

Visto de trabalho

Para este visto, você precisará ser recrutado por uma empresa sueca. A empresa precisará enfrentar uma certa burocracia, pagar taxas e até mesmo justificar porque está trazendo alguém de fora ao invés de contratar alguém que já está no país. Então aqui vai uma dica importantíssima: capriche MUITO no seu currículo.

Lembre-se de que aqui inglês não é diferencial, já que a maior parte da população fala o idioma. Tente investir em aprender sueco e outros idiomas. Pesquise quais idiomas são importantes para sua área de atuação.

Visto de vínculo familiar

Para conseguir esse tipo de documento, você precisará ter um relacionamento com alguém de origem sueca ou alguém que já tenha um visto permanente de residência.

Visto de asilo

Você pode pedir asilo na Suécia caso seja vítima de perseguição ou sofra um tratamento considerado desumano no seu país de origem.

Além de casos relacionados a guerra ou perseguição religiosa, o asilo vale inclusive para pessoas que sofrem perseguições e riscos relacionados a orientação sexual ou identidade de gênero, por exemplo. Consulte o site oficial do Governo sueco e tire todas as suas dúvidas.

As melhores cidades para se morar na Suécia

O significado de ‘melhor’ é uma coisa muito relativa. O que é melhor para mim, não é necessariamente melhor para você, certo? Por isso, não vou apontar quais são as melhores cidades para se morar na Suécia. Apenas apresentar algumas dicas importantes que podem ajudar você na escolha.

Estocolmo e região

Além de ser a capital, Estocolmo é a maior cidade do país. Por isso, você encontrará mais variedade de produtos, serviços e empregos. Porém, exitem outras cidades grandes no país como Gotemburgo, Uppsala e Malmö.

O custo de vida em grandes cidades é maior

O custo de vida, no geral, é mais elevado nas maiores cidades (assim como em outros países). Principalmente quando o assunto é aluguel ou compra de um imóvel.

Se você vai morar em uma região como a grande Estocolmo, talvez seja uma boa ideia viver fora do centro, se você não quiser gastar boa parte do seu salário só com aluguel ou com as parcelas da sua casa ou apartamento.

Há emprego fora das cidades grandes

Além disso, por mais que exista uma maior oferta de emprego nas cidades grandes da Suécia, não subestimes as cidades menores, principalmente se você tiver algum diferencial.

Moro em uma cidade no norte do país com cerca de 34 mil habitantes. Aqui está uma das maiores empresas do país no ramo da mineração. Ou seja, se você tiver um currículo bom, não é impossível conseguir emprego por aqui. Pesquise onde estão as empresas que te interessam.

Converse com pessoas que já moram nas cidades onde você gostaria de morar

O Facebook está cheio de grupos de brasileiros que moram na Suécia. Geralmente as pessoas são prestativas, basta ser cordial, lembrar da diferença de fuso horário ao mandar alguma pergunta e não abusar da boa vontade alheia (infelizmente já vi isso acontecendo diversas vezes).

Converse com várias pessoas. Quanto mais opiniões e dicas, melhor.

Saiba quanto custa morar na Suécia

O custo de vida na Suécia é alto, mas se você for ganhar na moeda local o seu bolso não vai doer tanto assim. Aqui não existe salário mínimo. 

Mesmo não existindo salário mínimo, as pessoas ganham uma média de 24.100kr/mês (+-R$10.105/mês), depois de tirados os descontos, esse é o valor líquido. O site oficial da Suécia estima que uma pessoa solteira e sem filhos gasta em média 12.410kr/mês (cerca de R$5.201).

Fonte: https://www.eurodicas.com.br/como-morar-na-suecia/