Dicas

Dinheiro para mudar de país: descubra quanto é necessário

É comum as pessoas falarem que querem sair do Brasil por diversos motivos, como: economia ruim, más condições de saúde, educação, segurança e qualidade de vida, impostos altos, taxa de desemprego elevada, entre outros. Mas não basta querer sair do Brasil, é preciso dinheiro para mudar de país.

Então, quanto dinheiro para mudar de país é necessário e como economizar? Vamos falar sobre isso adiante.

Dinheiro para mudar de país: custo de vida na Europa

A Europa, principalmente Portugal, tem sido um dos principais destinos dos brasileiros que pretendem tentar uma vida nova em outro país.

É possível viver com baixo salário na Europa

Ao contrário do Brasil, onde é preciso receber bons salários para arcar com todas as despesas mensais, na Europa é possível viver com menos, tendo em vista que a saúde pública, apesar de não ser gratuita, possui um valor simbólico e é de qualidade, há segurança, educação gratuita de qualidade, entre outros benefícios.

Mas, apesar de países como Portugal e Espanha oferecerem boa qualidade de vida, o custo de vida na Europa não é (tão) baixo, principalmente por conta dos valores das moradias, que têm ficado altos em relação ao salário mínimo.

Apesar de países como Luxemburgo, Irlanda, Bélgica, Alemanha e França oferecerem salários médios de 2 mil €, o custo de vida é bastante elevado e, por isso, é necessário juntar mais dinheiro para mudar de país e também trabalhar para ganhar mais no país escolhido.

Um casal precisa ter disponíveis, em média, 1.800€ para morar no Porto de maneira confortável. E esse valor é ainda maior dependendo da cidade escolhida. Se for escolher morar em Paris, uma das cidades mais caras da Europa, esse custo pode ser somente do aluguel de um apartamento.

Dinheiro para mudar de país: quanto é preciso

Quando vemos que é a hora certa para sairmos do Brasil e tentarmos novos caminhos em outro país, devemos juntar uma boa quantia de dinheiro, para que possamos ter qualidade de vida no país onde pretendemos morar.

Calcule os gastos e prepare um fundo de seis meses

Por isso, é importante calcularmos os gastos que temos por mês e multiplicarmos por seis meses, prazo que devemos estipular para nos estabilizarmos no país escolhido. Dessa forma, se um casal tem uma despesa mensal de R$ 10 mil, por exemplo, deve economizar, no mínimo, R$ 60 mil para não ter dificuldades financeiras na imigração.

Claro que isso é somente um exemplo, pois um valor que é bom para uma pessoa pode não ser o suficiente para outra, e vice-versa. A renda varia de acordo com o estilo de vida de cada um e também com o local escolhido para imigrar. Como vimos, há países que têm um custo de vida mais elevado que outros.

Leve dinheiro a mais

No entanto, é importante destacar, também, que o ideal é levar sempre um dinheiro a mais do que você estima para os seis primeiros meses, para o caso de ocorrerem eventualidades.

Dinheiro para mudar de país: despesas associadas à mudança

Comentamos que você deve juntar, para os seis primeiros meses, uma boa quantia de dinheiro para mudar de país. Veja os principais gastos que você terá nesse período:

Aluguel mais caução

Esse é o valor que a imobiliária ou a pessoa que arrenda o apartamento para você pede como forma de garantia de pagamento. Normalmente, é cobrado de um a seis meses de rendas adiantadas.

Outras despesas associadas

Além do aluguel, que consome uma grande fatia do orçamento, há outras despesas que também devem ser calculadas quando se pensa em dinheiro para mudar de país:

  • Contas fixas (água, luz, telefone, internet);
  • Alimentação;
  • Transporte;
  • Médico/remédios, por precaução.

Confira uma tabela de acordo com os gastos médios de um casal em Portugal, nos seis primeiros meses:

 Custos mensais / DescriçãoValor / Euro
 Aluguel700
Alimentação400
Despesas fixas (água, luz, telefone, gás, TV)200
Transporte80
Saúde50
Extras300
Total mensal1.730
Total 6 meses9.880

É válido lembrar que esses cálculos foram feitos com base em um valor médio das contas de um casal sem luxos, considerando os gastos extras que podem surgir.

Em abril de 2019, com o euro valendo aproximadamente R$ 4,5, os gastos mensais seriam em torno de R$ 7.785 para um casal morar em Portugal. Em seis meses, os gastos seriam de cerca de R$ 46.710.

Mas isso sem considerar custos associados com:

  • Passagens aéreas;
  • Visto e documentos;
  • Aluguel do primeiro mês (Airbnb, por exemplo);
  • Mobília para o imóvel – há a possibilidade de você alugar um apartamento mobiliado ou sem móveis;
  • Abertura de conta no banco – na maioria das vezes, é necessário um valor inicial para abrir uma conta em um banco.
  • Equivalência de diploma universitário – para tentar um trabalho na sua área de atuação, é necessário realizar uma equivalência ao grau.

Somando as despesas mensais relativas aos seis primeiros meses a esses gastos expostos, para um casal imigrar para Portugal sem passar necessidade, são necessários, no mínimo, R$ 65 mil para mudar de país de acordo com as condições expostas.

Necessidades humanas e dinheiro para mudar de país

Acreditamos que algo que pode auxiliar a tomar a decisão de morar na Europa e a economizar dinheiro para mudar de país é entender a Teoria da Pirâmide de Maslow. Mas, calma. Não vamos tratar de teorias psicológicas agora; é só para entender o básico mesmo.

De acordo com a Pirâmide de Maslow, existem três tipos de necessidades.

Necessidades básicas

São aquelas que estão relacionadas à:

  • Fisiologia, como alimentar-se;
  • Segurança, como a sensação de estar seguro, com um emprego.

Necessidades psicológicas

São aquelas que estão relacionadas ao (à):

  • Amor/relacionamento, como pertencer a um grupo social de amigos;
  • Estima, que é saber das nossas capacidades e reconhecer os outros.

Necessidades de autorrealização

São aquelas que estão relacionadas à, como o próprio nome já diz, realização pessoal. Um exemplo dessa necessidade é a capacidade de solucionar problemas.

Maslow’s Hierarchy of Needs (or Maslow’s Pyramid) is a popular theory of motivation.The five stage model can be divided into basic needs (physiological, safety, love, and esteem) and growth needs (self-actualization).

Não é possível se sentir realizado sem, por exemplo, o fator segurança

A meta de todos nós deve ser atingir o nível da realização pessoal, mas muitos não conseguem por diversos motivos.

Se a pessoa não atinge o nível de segurança, necessidade básica, porque não se sente segura devido à violência no Rio de Janeiro, ela só vai estar realizada pessoalmente se souber aceitar o fato de que pode sair nas ruas e ser assaltada.

Dinheiro para mudar de país: consequências de mudar de país com pouco dinheiro

Apesar de o perfil do brasileiro que imigra na Europa ter mudado bastante desde a década de 1990, muitas pessoas em situação difícil no Brasil, desempregadas, com filhos para criar e sem estrutura para sustentar suas famílias no seu país optam por arriscar, não medindo as consequências disso.

Situações difíceis na Europa

Em 2018, cresceu o número de brasileiros que retornou da Europa para o Brasil. Um dos principais motivos é a falta de planejamento. Viajar sem a documentação necessária e sem o visto faz com que brasileiros “se sujeitem” a aceitar qualquer oferta de trabalho e moradia.

Depois, “caem na realidade” que não é como imaginavam e precisam de auxílio do governo para retornarem ao seu país.

Esses casos acontecem com frequência, principalmente quando imigrantes viajam sem dinheiro para mudar de país, confiando na sorte.

Não poder voltar ao Brasil

Muitas pessoas se arrependem por não terem se planejado. Algumas não conseguem voltar por falta de dinheiro.

Outras não querem, mesmo que suas condições estejam piores do que as que tinham no Brasil, para não mostrarem para a sociedade seu insucesso.

É possível mudar de país com pouco dinheiro?

Como dissemos no início do texto, cada um sabe a quantia adequada de dinheiro que vai satisfazer suas necessidades.

Em minha opinião, é necessário dinheiro para mudar de país, sim. Por isso, a partir do momento em que decidir que é a hora certa, comece a economizar e se planeje. Só saia de sua pátria se estiver confiante, tanto psicologicamente, quanto financeiramente. Assim, há mais possibilidade de concretização do seu sonho.

Dinheiro para mudar de país: como economizar

Algumas dicas podem te ajudar a economizar dinheiro para mudar de país. Confira a seguir.

Faça uma poupança

Aplique, no mínimo, 10% dos seus ganhos. O valor deve ser investido assim que você receber seu salário, para não correr o risco de gastá-lo por estar na sua conta.

Reduza os gastos com lanches na rua

Corte aquele cafezinho depois do almoço, aquele sorvete na esquina de seu trabalho. Se possível, compre os alimentos nos supermercados e prepare-os em casa.

Arrume mais trabalho

Se tiver tempo, arrume um trabalho extra, faça um freelance, venda doces, veja em que pode ganhar mais dinheiro.

Troque seu dinheiro por etapas

Faça por etapas o câmbio da moeda do país onde você pretenda morar. Assim, quando o valor da moeda cair, é o momento de você comprá-la. Planejamento é bom também para economizar com a troca do dinheiro.

Abra uma conta bancária no exterior

Abra uma conta bancária no país onde você deseja morar e transfira todo mês uma quantia para a sua conta. A Remessa Online é uma excelente plataforma para enviar dinheiro para o exterior com baixas taxas.

A instituição de serviços financeiros é a primeira plataforma independente para enviar dinheiro para o exterior e é correspondente cambial credenciada pelo Banco Central do Brasil a realizar operações de câmbio, atuando em mais de 80 países.

Entre as vantagens da Remessa Online estão as baixas taxas, a rapidez no envio e no recebimento do dinheiro de forma online, o limite elevado, a credibilidade e a segurança, entre outras.

Fonte: https://www.eurodicas.com.br/dinheiro-para-mudar-de-pais/