Curiosidades

Principais diferenças entre morar na Inglaterra e em Portugal

Alimentação e obesidade

A primeira coisa que me chamou atenção foi a (má) alimentação. Mesmo já tendo visitado o Reino Unido, quando viemos para morar é que percebemos como é o dia-a-dia das pessoas.

A verdade é que os ingleses comem muita fritura e comidas gordurosas. A alimentação em Portugal segue uma dieta mediterrânea e é muito, mas muito mais saudável.

Em Portugal, o menu de almoço (diária) em muitos restaurantes vai ter uma opção de peixe grelhado e legumes. Já na Inglaterra, em sua grande maioria, um peixe frito com batata frita é a única opção.

É bastante difícil comer fora na Inglaterra e até mesmo os pratos infantis levam coisas fritas. Em Portugal os restaurantes servem comidas mais leves e saudáveis e as pessoas comem mais peixe, frutos do mar, legumes, saladas, frutas, azeite de oliva, azeitonas, etc.

No Reino Unido estima-se que 1 em 4 adultos sejam obesos e que 1 em cada 5 crianças entre os 10 e 11 anos tenha obesidade. O preço baixo e bastante acessível dos doces é uma realidade e o consumo de refrigerantes assusta um pouco.

Na Inglaterra os pubs servem maioritariamente hamburgueres, pizzas e nuggets. Ter uma dieta equilibrada e com vegetais é bastante difícil e muito mais cara que a junk food.

Campanha 5 por dia

A Inglaterra tem uma campanha chamada 5 por dia e que está em várias embalagens. A campanha tenta fazer com que a população coma pelo menos 5 porções de frutas ou legumes por dia. Mas a meta tem sido difícil de ser atingida.

Idioma e sotaque

A segunda grande diferença sem dúvida é o idioma. Falar o inglês britânico é muito diferente do que estamos acostumados no Brasil. Eu aprendi o inglês americano na escola e nos cursos de inglês que fiz, por exemplo.

O sotaque (principalmente morando no interior da Inglaterra) é bastante forte. Falando pessoalmente ainda conseguimos nos comunicar muito bem, mas quando precisamos resolver alguma burocracia por telefone, o bicho pega.

Quando precisamos falar com a companhia de energia e resolver contratos percebemos como o sotaque e o idioma podem ser fatores de complicação. Mas é claro que com o passar dos meses vamos nos acostumando e aprendendo expressões e palavras que são usadas por aqui.

Tamanho do país e número de imigrantes

Comparar Portugal e Inglaterra é falar de realidades totalmente diferentes. A Inglaterra é um país com quase 56 milhões de habitantes, enquanto Portugal conta com pouco mais de 10 milhões de habitantes.

A Inglaterra é um país muito maior, com uma economia muito forte, moeda própria (libra) e está dentro do Reino Unido que conta com 66,04 milhões de pessoas.

Em Portugal são 880 mil imigrantes, 8,8% da população, de acordo com o Migration Data Portal. Enquanto no Reino Unido são 8,8 milhões de imigrantes que moram nos quatro países do reino, representando cerca de 13,3% da população.

Emprego e salários

A Inglaterra é uma super potência mundial e é a 5° maior economia do mundo. Os salários são bastante altos e as oportunidades de emprego são maiores que em Portugal.

Grandes multinacionais estão instaladas no país e as empresas inglesas são referência em todo o mundo. Gigantes como HSBC, BP, Rolls-Royce, Jaguar, Bentley, Lotus, foram fundadas no país.

O salário mínimo na Inglaterra é de £8,21 por hora de trabalho para profissionais acima dos 25 anos. Considerando uma média de 37,5 horas semanais, o salário mensal mínimo é de £1.231,50. Saiba mais no site do governo.

Já em Portugal, o salário mínimo é de 600€ para 40 horas de trabalho por semana. Bem mais baixo que na Inglaterra. Em Portugal, a população trabalha mais horas (inclusive domingo) e ganha muito menos.

Na Inglaterra (principalmente no interior) praticamente tudo fecha às 18h nos dias úteis e no domingo TUDO fecha às 16h. As pessoas trabalham bem menos do que em Portugal.

Controle dos cidadãos

Há um controle muito grande da Inglaterra com seus cidadãos. Há muitas câmeras e o policiamento, apesar de não ser ostensivo com viaturas e agentes, as câmeras estão por toda a parte.

Parece que você está o tempo todo sendo vigiado. E é engraçado que, nas cidades grandes, por ter muita gente nas ruas, você não se sente seguro nem com as câmeras gigantes. Talvez seja o meu lado brasileira acostumado a ver (e precisar ver) policiais nas ruas. Sei lá!

Trânsito e pedágios

Por ser um país 6x maior, o trânsito também é muito maior que em Portugal. As maiores estradas que ligam o país são cheias até mesmo no domingo. As pistas são enormes, mas mesmo assim, congestionam nos horários de pico. Sair de Londres então é bem difícil, principalmente se você chegar no final da tarde.

Na Inglaterra existem pouquíssimos pedágios e por exemplo, de Londres até Nottingham, não tem nenhum. As estradas são nacionais e controladas por câmeras e radares.

Em Portugal existem muitos pedágios nas autoestradas e tornam atravessar o país de carro bem custoso. As estradas em Portugal são administradas por concessionárias e o trânsito é bem menor que no Reino Unido

Taxas e impostos

Na Inglaterra existe um imposto pra tudo, até mesmo para assistir TV! É impressionante o controle que eles (Estado) têm de tudo. Chegamos na casa que alugamos em uma quarta-feira às 16h e no outro dia às 10h, uma funcionária da prefeitura já estava aqui para pegar nossos dados e mandar a conta do Council Tax (taxa da prefeitura).

Não funciona como no Brasil ou em Portugal, que os donos dos imóveis pagam o IPTU (IMI em Portugal) e os inquilinos não precisam pagar nada. Aqui na Inglaterra você é responsável por pagar a prefeitura todo mês e o valor é bastante alto (£ 119 por mês na minha cidade). Essa taxa cobre os gastos públicos com segurança, iluminação pública, bombeiros, impostos municipais e estaduais.

Na Inglaterra você também precisa pagar uma TV Licensing para assistir TV. E pasmem, o valor é de £154,50 por ano. Chega uma cartinha em casa e se você assistir televisão no computador ou na TV tem que pagar, especialmente os programas da BBC.

Religião

Em Portugal, a maioria da população é católica e o número de igrejas é enorme. Na Inglaterra há uma mistura de religiões bem grande, e a maioria das igrejas são Anglicanas. O islamismo também é grande no país, por conta do grande número de imigrantes e já chega a 4,4% da população.

Vale mais a pena morar na Inglaterra ou em Portugal?

Depende dos seus objetivos e oportunidades. Eu sou apaixonada por Portugal e é um país que está no meu coração, portanto essa é resposta difícil. Os dois países são muito diferentes.

Eu acredito que as principais diferenças entre morar na Inglaterra e em Portugal estão os hábitos culturais, a alimentação, o clima e as oportunidades.

Por exemplo, na minha cidade em Portugal (Braga) chove muito mais (MUITO MESMO) do que a minha cidade aqui na Inglaterra (Chesterfield). Esse era um fator que eu acreditava ser bem diferente e me surpreendeu.

As pessoas aqui no interior da Inglaterra também são muito simpáticas e receptivas, mas isso em Portugal é igual. Aqui na Inglaterra os supermercados são incríveis e muito mais completos do que os supermercados em Portugal. Há opções de comidas do mundo inteiro e os preços também são muito bons.

Acho que não existe uma resposta pronta. Vai depender da experiência de cada um, mas posso dizer que mesmo sendo experiências diferentes, elas são incríveis e uma coisa que eu recomendo vivamente é: more um tempo fora do país, você vai se surpreender com o quanto vai aprender, amadurecer e começar a ver o mundo de outra maneira!

Fonte: https://www.eurodicas.com.br/morar-na-inglaterra-e-em-portugal/